0

Investir é difícil???

Bora!!!

Este é o meu primeiro artigo sobre o mundo de investimentos, pois é, no final de 2019 determinei como meta aprender sobre investimento, Ficava incomodado em ver as pessoas ao meu redor falando sobre o assunto e eu sem entender nada, ficava sempre quieto e sem poder opinar pois até aquele momento o dinheiro que me sobrava no final do mês no máximo ia parar na poupança.

O ano de 2020 tem sido de muitos eventos, em especial pra mim foi a saída da Scania (uma empresa que trabalhei por 6 anos e que gosto muito) para entrar na XP investimentos..uma guinada muito grande na minha carreira de TI e consequentemente estou tendo que aprender sobre o mercado financeiro e de ações, agora não só com olhar de quem está aprendendo para investir mas também apreendendo para trabalhar.

Bem ai que entra a pergunta “Investir é difícil?” eu digo até o momento que “Sim” é difícil, mas não impossível, basta gastar algumas horas de estudo para conseguir dar os primeiros passos. Porém ganhar dinheiro com ações e outros investimentos requer de você muita disciplina e força de vontade bem como um pouco de coragem também.

Vou elencar neste primeiro artigo algumas coisas que é necessário ter conhecimento para entrar nesse mundo, o intuito é ajudar, existem milhares de vídeos no YouTube que podem fazer o mesmo por você mas essa é a minha forma de estudar e repassar o conhecimento a quem esteja precisando.

Ao começar a estudar você se verá cercado de siglas, jargões e regras como por exemplo: Abertura de capital, pregão, IPO, ação, risco de liquidez, home broker, risco de mercado, ação ordinária, ação preferencial, day trade, swing trade, renda variável, renda fixa, FGC, mercado de opções, CDI, taxa SELIC, COPOM, IPCA, CDB, mercado primário, mercado secundário, Fundo de investimento, tesouro, títulos privados e públicos, ETFs, fundos imobiliários, derivativos, corretoras …ufa e assim vai, é meu filho muita coisa pra estudar!!!

…mas vai dar certo!!

Vamos lá não desista!, antes de investir no mercado de ações é necessário saber de algumas coisas e tomar algumas providencias para não ter prejuízos ou dor de cabeça em sua empreitada.

A primeira providência que você deve tomar antes de investir principalmente se for realizar suas operações em renda variável é a construção da sua RESERVA de EMERGÊNCIA.

A reserva de emergência consiste em uma reserva financeira utilizada em momentos de necessidade ou para aproveitar uma possível oportunidade de negócios. Deve ser um valor equivalente de 6 a 12 vezes seu gasto/custo mensal investidos (Importante) em um aplicação conservadora e de alta liquidez.

Ok, mas o que são aplicações conservadoras? são aplicações como (procure conhecer todas as opções) :

  • Tesouro Selic;
  • CDB de liquidez diária;
  • Fundos de Renda Fixa;
  • Conta Corrente Remunerada

É importante que sua reserva de emergência tenha alta liquidez..o que quer dizer isso? que você possa retirar seu dinheiro rapidamente em caso de necessidade.

Precisa ter também risco baixo ou seja não pode correr o risco de perca financeira.

Cuidado com a poupança pois além de render abaixo de outras opções ainda possui o que chamam no mercado de “falsa liquidez” ou seja seu dinheiro só rende depois de 30 dias aplicados, se vc tirar seu dinheiro depois de 29 dias ele não rende nada.

Dinheiro investido em aplicações conservadoras possuem rendimento médio/baixo, quer maior rendimento passe para outras opções de investimento mas lembre-se também dos riscos que pode correr.

Então posso dizer (isso sou eu falando) a primeira providência pra mim seria ter a reserva de emergência, é muito importante, já vi gráficos por ai dizendo que somente 14% da população brasileira tem ou se preocupa em ter.

Vídeos falando sobre como montar sua reserva de emergência e aonde aplicar não faltam na internet..comece seu estudo por este ponto e esteja sempre seguro para iniciar no mundo dos investimentos.

O próximo conceito que você deve entender é qual o seu PERFIL de INVESTIDOR. Temos 3 possíveis:

  • Perfil Conservador;
  • Perfil Diversificado;
  • Perfil Agressivo.

O perfil conservador investe 100% de seu patrimônio em investimentos conservadores como poupança, LCI/LCA (isentos de IR) CDB, fundo de investimento, títulos de tesouro, providencia privada e consórcios.

O perfil diversificado mantém a maior parte de suas aplicações em investimentos seguros como o conservador mas aplica uma menor parte em investimentos mais arrojados, a menor parte por volta de 15% de seu investimento em ações da bolsa ou títulos pós fixados.

O perfil agressivo possui maior conhecimento no mercado de ações, possui foco no ganho de patrimônio, porém sabe que corre riscos e pode perder dinheiro ou seja tem que ser tolerante a riscos.

Descobrir qual o seu perfil de investidor (no mercado também conhecido como suitability) é extremamente importante para o seu sucesso. As corretoras de investimento possuem questionários que te ajudam a saber seu perfil. (falaremos sobre corretoras em outro artigo), mas basicamente esse questionário irá te direcionar para qual perfil vc melhor se encaixa.

Você pode começar com o perfil conservador, e ir mudando para os posteriores conforme for adquirindo experiência.

Até o próximo artigo, nos vemos no futuro e se gostou deixa um comentário para fortalecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *